Nossas Lojas |Fale Conosco

Notícias

Material escolar: supermercados são a aposta do consumidor na volta às aulas

Com maior número de produtos ofertados, grandes redes supermercadistas oferecem maiores chances de economizar

Publicado em: 12/01/2021

Material escolar: supermercados são a aposta do consumidor na volta às aulas

Capa

O ano já começou e junto com ele a busca pelo material escolar. A empresária Mariana Reis, que tem dois filhos, conhece muito bem o desafio que é comprar todos os itens da lista. Este ano, a empresária vai aproveitar alguns dos materiais que não foram usados no ano letivo de 2020, em razão da pandemia, mas os lápis, cadernos e outros itens da lista vão precisar ser repostos. “Os livros eu já comprei nas editoras, já os itens que faltam de papelaria deixei pra comprar só agora, para ir vendo onde seria mais interessante fazer isso. Tenho pesquisado bastante”, revela. 
 
Assim como a empresária, muitos consumidores iniciaram o ano pesquisando os melhores valores nos materiais escolares. Nessa busca pelo preço baixo, as prateleiras dos supermercados têm ganhado cada vez mais espaço. “Este já é o terceiro ano que vejo buscar os itens da lista de matérias do meu filho no supermercado. Além de otimizar o meu tempo, já que consigo fazer as compras da mercearia e ainda encontrar os itens da lista, consigo economizar bem mais do que se fosse em uma papelaria”, compara a dona de casa, Claudia Martins.
 
Alguns dos fatores que contribuem para esse novo cenário são o parcelamento e a comodidade de encontrar, em um único lugar, itens para abastecer a despensa e a mochila dos filhos. “Com nosso estoque reforçado e com o elevado volume de compras diretamente das indústrias, muitas famílias buscam em nossas lojas os materiais escolares. Alguns chegam com listas e acabam comprando todo o material com a facilidade de parcelamento em 10x sem juros em todos os cartões”, explica a coordenadora do setor de papelaria do Grupo Mateus, Maria Santana Pontes.



Ainda de acordo com a coordenadora, os supermercados e Atacarejos do Grupo Mateus trazem, há quase dez anos, ofertas especiais durante o período de volta às aulas, que contam com diversos itens da lista de materiais escolares. Produtos como cadernos, lápis, mochila, caneta, estojos e outros itens são encontrados com preços ainda mais baixos.
 
Pesquisa
 
As lojas do Grupo Mateus que oferecem os produtos de papelaria estão espalhadas pelo Maranhão, Piauí e Pará, estados em que diversos estudos apontam constantes reajustes de preços na lista de material. No Pará, por exemplo, um estudo do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos – DIEESE PA – feito na primeira semana de janeiro revelou que o material escolar está mais caro em janeiro de 2021, em relação ao mesmo período do ano passado na Grande Belém. De acordo com o órgão, em muitos casos, a alta é maior que a inflação, estimada em torno de 5% para os últimos doze meses.
 
Diante dos cenários, a palavra de ordem para maranhenses, piauienses e paraenses é pesquisar! Assim será possível garantir os materiais escolares dos filhos, assim como um ano letivo repleto de novos aprendizados em 2021.

 

Coordenadora do setor de papelaria do Grupo Mateus, Maria Santana Pontes

Notícias